18 de setembro de 2013

Textos ótimos que você precisa ler!

peguei aqui
Olá, que saudade daqui! <3 Sumi por um tempo mas to voltando cheia de energia e com ideias bem legais para posts (e vídeos, ebaaa)!!

Nada melhor do que ~voltar~ com um post bacanudo (peguei isso da Giovanna linda), né? Então, o post de hoje traz dois textos ótimos (ótimos mesmo) da Lia Camargo do Just Lia e da Bruna Vieira do Depois dos Quinze.

São dois textos diferentes e parecidos, para mim. Primeiro li o da Lia, há um bom tempo, e um tempinho atrás li o da Bruna. Os dois falam mais ou menos sobre o que as pessoas pensam em relação ao corpo, aparência, e como elas agem.

Os dois textos são maravilhosos e vale super (super) a pena ler. Confesso que eu fiquei com uma preguicinha de ler o texto da Bruna quando vi o tamanho, mas li algumas partes e decidi ler inteiro. Se me arrependo? Dá para ver que não! haha

Concordo com o que elas disseram no texto e me identifiquei com algumas situações que elas citaram. É o tipo de texto que aumenta autoestima sabe? Depois de ler fiquei tipo: o que importa é o que eu penso e não importa o que os outros pensam e falam. Pelo menos comigo, foi isso que aconteceu! 

Mas, chega de bla bla bla e vamos ver logo!


"Queria entender quando foi que ficar medindo o corpo alheio deixou de ser falta de educação. Acho que quando a gente tem um(a) amigo(a) que está publicamente de dieta ou adora falar sobre sua malhação, convém comentar sobre o corpo da pessoa. Ela deu liberdade, entende? Fora isso, acho tão sem classe, abusado, invasivo! De tempos em tempos sinto necessidade de interromper o post-nosso-de-todo-dia pra alguma discussão-desabafo. A de hoje pode atingir muitas de vocês, mas todo debate é valido e pode acrescentar aos lados envolvidos."  (texto)


"Eu nunca pesei tanto, isso é verdade, mas ao mesmo tempo, nunca me levei tão a sério ou me senti tão bonita como agora. E eu não tô falando só de amar minhas curvas, viu? Vem de dentro pra fora. Não é sobre aceitar os defeitos, é sobre aceitar as diferenças. Eu não me sinto na obrigação de seguir um determinado padrão porque a maioria das pessoas faz isso e muito menos porque sou uma formadora de opinião (sim, usaram isso como pretexto pra me criticar). Como disse um rapaz que trabalhava na Levi’s de Nova York e me viu provando um jeans tamanho 42, tenho o legítimo brazilian body. Adoro e acho lindo as meninas do lookbook com suas pernas fininhas e coxas que não encostam uma na outra, mas tudo bem eu não ser assim. Não vou me matar com dietas loucas e horas na academia, talvez eu até entre um dia, mas isso não precisa se transformar num problema. Comida e bunda grande não é problema, gente. É solução." (texto)

Botei um pedacinho de cada texto para vocês verem como são bons. Leiam mesmo (to chata já) e me contem o que pensam sobre tudo isso! Grande beijo, até

2 comentários

  1. O da Bruna eu li no dia que ela postou, vou ver o da Lia! TEM que ser perfeito, pela reação às críticas ao corpo dela que eu vejo!
    Beijos ♥

    Conspirantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei! É mais um desabafo, porém ótimo! :D Beijos

      Excluir